Delcídio do Amaral entregou que “Lula foi o único mentor” da compra de silêncio de Cerveró

O Antagonista teve acesso às as alegações finais do processo por obstrução de Justiça delatada por Delcídio do Amaral. E as notícias para Lula não são boas.

De acordo com o senador cassado, “Lula foi o único mentor da obstrução”. Delcídio explicou que a tentativa de suborno de Nestor Cerveró só aconteceu para proteger José Carlos Bumlai, amigo próximo do ex-presidente:

“Após extensa apresentação de ações penais que demonstram o íntimo relacionamento existente entre o sr. Maurício Bumlai (filho de José Carlos) e o ex-presidente Lula, não resta qualquer dúvida que a intervenção de Maurício Bumlai na forma de financiar pagamentos à família de Nestor Cerveró com o intuito de interferir na colaboração processual deste tinha por objetivo evitar a revelação do empréstimo fraudulento concedido pelo Banco Schahin a Maurício Bumlai, que na realidade pretendia defender os interesses do PT e de Lula.

(…) A cronologia dos fatos nos permite concluir que Delcídio se encontrou com Lula, no Instituto que tem o seu nome, e, logo em seguida, após Delcídio procurar Maurício Bumlai, iniciaram-se os pagamentos à família de Nestor Cerveró.”

Em qualquer país sério, alguém com uma acusação deste magnitude estaria fora da vida pública. Mas o Brasil não é sério. E, até a redação deste texto, o acusado segue liderando a corrida presidencial.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.

Deixe uma resposta