O fim da contribuição obrigatória deve acabar com mais de 3 mil sindicatos no país

O Brasil tem cerca de 16,8 mil sindicatos. Destes, um total de 11,3 mil representam os interesses coletivos dos trabalhadores. É no grupo menor que, segundo o ministro do Trabalho, a lei trabalhista aprovada no governo Temer fará mais efeito. A esperança é de que mais de 3 mil não sobrevivam sem a obrigatoriedade do imposto sindical.

Contudo, o fim desta gorda fatia virá da fusão de dois ou mais sindicatos, uma vez que em três anos não realizaram qualquer acordo coletivo.

Ainda assim é assustador. Mesmo que se concretize o sucesso da reforma trabalhista, o Brasil seguirá com pelo menos 13,4 mil sindicatos ativos. Em nações civilizadas, este número não passa de algumas centenas.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.

Deixe uma resposta