A Lava Jato foi premiada em 2 de 3 edições do Global Investigations Review Awards

Em 2017, ocorreu a terceira edição do Global Investigations Review Awards, premiação que reconhece o trabalho de grandes investigações em todo o mundo. É uma iniciativa de publicação homônima especializada no noticiário jurídico.

E, por causa da Lava Jato, o Brasil foi novamente premiado. A exemplo do que já havia ocorrido na primeira edição, a operação ganhou na categoria Enforcement Agency or Prosecutor – em tradução livre, Agência de Execução ou Procurador.

O Ministério Público Federal derrotou a vencedora de 2016, um agência inglesa que investiga fraude, suborno e corrupção.

Em três anos e meio, a Lava Jato emplacou forças-tarefas em quatro capitais (Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília). Há ainda, por causa do foro privilegiado de alguns investigados, um “grupo de trabalho” atuando na Procuradoria-Geral da República – mas este costuma mais atrapalhar do que ajudar.

Neste intervalo, foram oferecidas 130 denúncias criminais.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.

Deixe uma resposta