Para Palocci, “o pré-sal foi um dos grandes males para o Brasil”

Ainda no depoimento prestado por Antonio Palocci a Sérgio Moro em 6 de setembro de 2017, o ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff destacou que o pré-sal foi “um dos grandes males para o Brasil“. Na visão dele, tratava-se, claro, de uma riqueza natural que precisava ser explorada, mas com uma cautela que não interessou ao petismo. Desta forma, o projeto foi tocado sem o devido controle, estudo e até mesmo cálculos.

Como exemplo, Palocci citou as refinarias Premium I e II, que custaram um total de R$ 6 bilhões, mas jamais saíram do papel.

“Acho que o pré-sal foi um dos grande males pro Brasil. Porque o Brasil não soube lidar. O pré-sal é uma riqueza, mas é preciso saber lidar com a riqueza, senão ela acaba se tornando um problema. E, no nosso caso, ela acabou se tornando um problema. Porque se fez todo tipo de iniciativa, de processo sem controle, sem estudos adequados, sem cálculos adequados… E que muitos projetos acabaram não saindo do papel. Pega, por exemplo, a refinaria Premium I e a refinaria Premium II. Cada uma custou R$ 3 bilhões… E tá no papel.”

É possível, ainda, acrescentar o estrago político da ideia. A propaganda serviu para reeleger o governo mais corrupto da história do país. E, atualmente, para amenizar o prejuízo para a estatal, o governo Temer vem precisando se livrar de negócio tão desastroso.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.

Deixe uma resposta