A PF também preparou um “powerpoint” contra Temer, mas quase ninguém reclamou

Em seu segundo depoimento “cara a cara” com Sérgio Moro, realizado no 13 de setembro de 2017, Lula mais um vez reclamou do que chama de “powerpoint” preparado contra ele pela Lava Jato. Faz parte da estratégia da defesa, que quer salvar o ex-presidente tentando jogar a opinião pública contra o trabalho da força-tarefa comandada por Deltan Dallagnol. A imagem que mostrava o petista no centro de uma organização criminosa empolgou os defensores da operação, mas causou repulsa no petismo. Que, desde então, acostumou-se a usar o fluxograma como exemplo de perseguição.

Na mesma semana do referido depoimento, contudo, a Polícia Federal surgiu com outro “powerpoint” semelhante. Nele, Michel Temer aparece no centro de uma organização criminosa tocada pelo PMDB da Câmara. O esquema ainda bate em outros peemedebistas de peso, como Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco e Eliseu Padilha…

…Mas, como se vê, e era até esperado, desta vez não houve qualquer reclame mais barulhento.