Um ano após o impeachment de Dilma, a Petrobras saiu de prejuízo bilionário para lucro de R$ 266 milhões

Dilma Rousseff caiu no 31 de agosto de 2016. Por questões legais, os autores do impeachment se focaram nas pedaladas fiscais cometidas pela petista, mas a opinião pública revoltava-se principalmente com o esquema corrupto que depenava a Petrobras – naquele trimestre, a estatal acumularia um prejuízo de assustadores R$ 16,458 bilhões.

Um ano depois, e abordando o mesmo recorte, o noticiário destacou que a gigante do petróleo concluiu setembro com lucro líquido de R$ 266 milhões. Que poderiam ter sido bem melhor, não fossem os as perdas de R$ 3,3 bilhões com “programas de regularização de débitos, contingências judiciais e baixas contábeis.

Pela expectativa alta, restou a sensação de que a a cifra conquistada não era boa. Mas, um ano antes, davam a empresa como falida. No que é possível afirmar que o impeachment de Dilma ao menos serviu para salvar esta importante peça do patrimônio brasileiro.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Publicado por

Marlos Ápyus

Jornalista e músico. Edita o implicante.org desde julho de 2017. Siga-o no Twitter (@apyus) ou no Facebook (/apyus), ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) clicando aqui.

One thought on “Um ano após o impeachment de Dilma, a Petrobras saiu de prejuízo bilionário para lucro de R$ 266 milhões”

Deixe uma resposta